Folha de Pagamento para as Domésticas

Como calcular a folha de pagamento para domésticas

 

Saiba como deve ser feito o procedimento da folha de pagamento para domésticas!

 

Folha de pagamento: Como calcular a folha para domésticas

Se você está pensando em contratar uma empregada doméstica, e não sabe como manter as obrigatoriedades fiscais, continue lendo esse artigo até o final para aprender a como calcular a folha de pagamento, e os benefícios de contratar um serviço especializado nesta área.

Folha de pagamento

 

Como fazer a folha de pagamento para as empregadas domésticas?

A folha de pagamento, é o nome dado à uma lista das remunerações de alguém que está sob serviço de alguém ou alguma empresa. Por isso, quando se é contratado uma empregada doméstica, é necessário realizar o cálculo da folha.

Assim, você estará em dia com o pagamento do funcionário, assim como as obrigações como: férias, décimo terceiro salário, impostos, etc.

Em geral para se realizar o cálculo da folha de pagamento, são necessárias alguns conhecimentos específicos de RH, leis trabalhistas e matemática financeira. Por isso, o ideal é pedir auxílio de um profissional.

Entre em contato com um de nossos consultores e tire todas as suas dúvidas que aparecerem no decorrer do passo a passo.

Empregada Doméstica

 

Passo a passo de como fazer a folha de pagamento

Confira como calcular folha de pagamento, passo a passo completo.

Controle de ponto

O controle de ponto é a formalização da data e hora que essa profissional prestará o serviço para você, inclusive almoço e hora extra.

Seja qual for a maneira de controle de ponto, manual ou computadorizado, você deve realizar o controle para evitar que haja desentendimento.

Vale dizer que com a entrada do eSocial, agiliza consideravelmente a fiscalização das conformidades salariais.

Bem, o primeiro cálculo que você deve realizar é o do salário bruto.

 

Salário bruto

O salário bruto é o valor do salário sem os descontos de impostos e acrescido das horas extras realizadas por este profissional. Para isso, é importante você ter o valor em horas que você atribuiu para essa doméstica.

Para converter o salário mensal para horas, divida o valor mensal por 220. E caso deseje ao contrário, horas para mensal, basta multiplicar pelo mesmo valor.

Para calcular os impostos corretamente, você deve levar em consideração às horas extras realizadas por este profissional.

 

INSS

O imposto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), é relacionado à um percentual de acordo com o salário do seu colaborador. Esse desconto é realizado com o objetivo do pagamento da aposentadoria, auxílio-doença, pensão por morte, auxílio maternidade e auxílio acidente.

As faixas de subsídio do INSS são:

  • 7.5% do salário bruto para valores até R$ 1.045,00;
  • 9% do salário bruto para valores de 1.045,01 até 2.089,60;
  • 12% do salário bruto para valores de 2.089,61 até 3.134,40;
  • 14% do salário bruto para valores de 3.134,41 até 6.101,06.

 

Para calcular o valor a ser arrecadado, basta você multiplicar o valor do salário pela porcentagem de acordo com o salário.

 

FGTS

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é um programa criado pelo governo que se é depositado o valor de 8% do salário bruto do colaborador em uma conta específica do FGTS do trabalhador.

Lembrando que este valor não é descontado do pagamento da doméstica e sim depositado por você.

 

Horas extra

As horas extras, são as horas trabalhadas fora da jornada normal do trabalhador.

A cada hora extra é realizado um acréscimo de 50% por hora extra, porém, caso a hora extra for em finais de semana ou feriado, o acréscimo deverá ser de 100%, ou seja, você deverá dobrar o valor por horas.

Exemplo:

Valor da hora normal = R$1500,00 / 220 (no caso de uma jornada de 8 horas diárias)

Valor da hora normal = R$6,82.

Valor da hora extra = R$6,82 + (R$6,82* 50%)

valor da hora extra = R$10,23.

 

Vale transporte

Por lei, você deve fornecer o meio que este trabalhador vai até você para exercer este trabalho. Contudo, você terá o direito de um reembolso de até 6% do salário do colaborador para auxiliar no pagamento da passagem.

Caso o valor de 6% seja maior do que o valor gasto para a passagem, o valor descontado será apenas o utilizado no transporte.

 

Décimo terceiro

Uma das obrigações do empregador, é em todo final de ano realizar o pagamento do décimo terceiro salário. Que nada mais é do que um salário extra, podendo ser pago em 2 parcelas.

Para calcular o valor proporcional do 13º é bastante simples, basta pegar o valor do salário, dividir por 12 e multiplicar pelos meses trabalhados. Assim, você terá o valor adaptado aos meses que foi realizado o trabalho.

 

Férias

As férias é um direito constitucional brasileiro, e para as empregadas domésticas não é diferente. A lei prevê que a cada 1 ano de trabalho tenha direito à 30 dias de descanso remunerado.

O valor das férias é correspondido pelo valor do salário, levando em consideração qualquer pagamento a mais que houve neste período de tempo. Para isso, a folha de pagamento deve estar perfeitamente preenchida.

Analisando Folha de Pagamento

 

Como facilitar este processo?

Devido à grande complexidade de realizar esse controle, o ideal é que você tenha o auxílio de profissionais especializados na área. Isso irá garantir que não ocorra nenhuma não conformidade na hora de se manter em dia com as obrigatoriedades.

No caso de alguma falha nesse processo de controle de ponto, você pode ter grandes prejuízos como, multas, indenizações, entre outros problemas jurídicos. Contratando um profissional especializado, você estará livre de todas as dores de cabeça e burocracias desse processo, economizando muito mais dinheiro com este investimento.

Então, entre em contato com um de nossos representantes e tire todas as suas dúvidas, sem nenhum compromisso. Você não precisa passar por tantas burocracias e cálculos, deixe um profissional te ajudar nisso.

Dados Contábeis

 

 

Vamos falar sobre a sua necessidade?

 

×